Momento Livre, conta com a presença dos representantes da Casa Espirita Irmão Francisco de Quilombo

enviado por 87 em 18/08/2020 15:14

Momento Livre, conta com a presença dos representantes da Casa Espirita Irmão Francisco de Quilombo

Tiago - A Rádio Comunitária ‘A Voz do Povo de Quilombo´, está a serviço da informação aos ouvintes e possui compromisso em oportunizar o espaço a pessoas e entidades que contribuem para o engrandecimento pessoal e profissional. Sua equipe de trabalho atua com seriedade para manter este instrumento de comunicação sempre atualizado em tudo o que for relevante aos cidadãos.

 E hoje o Momento Livre, conta com a presença dos representantes da Casa Espirita Irmão Francisco de Quilombo. Agradecemos a presença dos Senhores; Celso Dalpiva, Davi Favaretto e Renato Bohnert.

Renato Bohnert - Bom dia Tiago bom dia aos radio ouvintes desta emissora.

Davi Favaretto - Bom dia ao povo quilombense e em especial neste dia de hoje aos ouvintes desta emissora.

Celso Dalpiva – Bom dia Tiago, nossa saudação fraterna a todos os ouvintes da radio que estão neste momento acompanhando nossa reflexão neste momento importantíssimo dos valores da vida.

Tiago - para as apresentações inicias e em breves palavras dizer qual sua relação com a Casa Espírita Irmão Francisco de Quilombo.

A Casa de Estudos Espírita Irmão Francisco de Quilombo, surgiu de uma conversa entre o Senhor Renato Bohnert e a Senhora Jandira Zanetti, quando de um Atendimento Fraterno realizado na Casa Espírita Bezerra de Menezes em Chapecó. O desejo de ver organizado um grupo de estudo da doutrina, em Quilombo, foi despertado em um grupo de amigos que não tiveram dúvidas quanto à importância de fazer parte de uma instituição que visa o melhoramento moral das pessoas. No dia Oe de abril de 2016, foi realizado o primeiro encontro de estudo da doutrina espírita do Grupo de Estudos Irmão Francisco de Quilombo, na residência da Senhora Jandira Zanetti.

Os protagonistas deste grupo foram: Renato Bohnert, Luci Bohnert, Celso Dal Piva, Jandira Zanetti e Sandra Stefens. O grupo de participantes era composto de munícipes quilombense e alguns representantes da Casa Espírita Bezerra de Menezes de Chapecó.

 Com o tempo o grupo foi se fortalecendo, realizando encontros semanais, todas as sextas-feiras, e na última sexta- feira de cada mês, é realizada uma palestra com temas de relevância para o aprendizado dos fundamentos da doutrina e melhoramento de nossas atitudes diante da vida.

Hoje o Grupo de Estudos Espirita de Quilombo, continua sendo ligado juridicamente a Casa Espírita Bezerra de Menezes de Chapecó e tem sede na Rua Santo Antônio, próximo ao Paiolito Lanches.

Tiago - O que é o Espiritismo?

Renato Bohnert -  O espiritismo é umas doutrina de tríplice aspecto, é uma ciência, filosofia e religião. Kardec a compilou como codificador no momento oportuno em 1857, com a publicação do primeiro livro o LIVRO DOS ESPIRITOS. Na verdade a doutrina ela surgiu como ciência quando Kardec observou nas mesas girantes aplicando os métodos científicos indutivos. Ele na observação dos fatos chegou a conclusão da existência dos espíritos, do mundo espiritual. Depois ao compilar o LIVRO DOS ESPIRITOS percebeu que a filosofia era toda cristã, e que este movimento cientifico e filosófico havia redundância religiosa, consequência religiosa. Então a doutrina espírita e ciência, filosofia e religião.

Tiago Existe algum tipo de símbolo sagrado, imagem ou sacramentos na doutrina?

 Renato Bohnert - Não há símbolos, não a simbologia não há ritualísticas nenhuma na doutrina espírita.

Tiago - Quais os princípios da Doutrina Espirita?

Renato Bohnert  - Os princípios são a crença em Deus, na imortalidade da alma na comunicação dos espíritos e na crença da reencarnação.

Tiago Porque acreditar na reencarnação?

Celso Dalpiva – Eu queria antes de abordar a questão da reencarnação abordar um pouquinho do surgimento da doutrina espírita para nos termos a compreensão de como a espiritualidade trabalha porque ocorre o fato que é o acaso. Na verdade o acaso é o não conhecimento de uma lei divina, na verdade a doutrina espírita surgiu oficialmente em Paris em 1856 tendo a publicação do LIVROS DOS ESPIRITOS no dia 18 de abril.Então ele tem inicio o sue “START”, o seu primeiro movimento na pequena comunidade dos Estados Unidos Raides Rid em nova York. Interessante colher a história para as vezes termos a causa que está longe do efeito e havia uma casa, uma pequena moradia que era destinada ao aluguel, mas os moradores as pessoas que a locavam imediatamente abandonavam a casa e faziam referencia de tais barulhos. Os mais velhos vão se lembrar das historias que ocorria na nossa região e se tem conhecimento em que havia durante a noite principalmente se ouviam batidas, pancadas movimentos inexplicáveis na casa.

Até que uma determinada família, a família Foxland alugou está determinada casa e tão logo se acomodou iniciaram então estes fenômenos, no dia 31 de março de 1848, quando a noite os familiares foram dormir, eram um casal e duas filhas jovens entre 14 a 15 anos, surgiram os barulhos e pancadas uma das filhas, resolveu formular uma pergunta. Se houver alguém ai de uma pancada e surgiu então uma pancada, e a partir deste movimento iniciou um dialogo das jovens com este individuo esse ser invisível. Lembro de quando eu era pequeno na cidade de Guatambu SC de onde sou natural, contavam histórias de casas assombradas e isso se transformou num movimento social. As pessoas reuniam-se e formulavam perguntas em torno de uma mesa e a mesa levantava e respondia em pancadas e assim formava a pergunta e resposta. Vamos lembrar aos mais jovens e quem tem uma certa idade também que nos tínhamos uma brincadeira do copo na escola, sentava um grupo de jovens em torno de uma mesa e colocava um copo com água formulava a pergunta o copo andava e finalizava a resposta com as letras.

Tanto que este movimento chegou aos Estado Unidos, chegou na Europa e passou a ser um movimento social e o professor que recebeu o nome de ALAN KARDEC, que o Doutor Renato falou que é o codificador. Na verdade o nome é Hippolyte Léon Denizard Rivail, era um estudioso com uns 50 anos já quando ele recebeu este conjunto de informações destes fenômenos e então ele de inicio não acreditou, mas gostaria de conhecer o cérebro de uma mesa, mas quando ele foi sensibilizado para participar da primeira reunião ele percebeu que por trás deste movimento havia algo mais, havia um conhecimento e lhe foi entregue esta conjunte de perguntas e respostas que já tinham sido recolhidos a este grupo de pessoas que tinham visto que ali algo mais que uma simples brincadeira, e concluiu-se com esta primeira obra concluída em 18 abril de 1957, que eram o conjunto de perguntas e respostas, e que depois na segunda edição aumentos para um mil e dezenove perguntas, ampliando e completando a obra, e vem responder três perguntas fundamentais que nos temos, de onde viemos? O que estamos fazendo aqui? E para onde vamos? Porque na minha doutrina religiosa, com formação básica eu tinha um entendimento, me permitam não revelar qual era que eu tinha da minha formação familiar, eram de que eu surgi quando nasci, este era o conceito que eu tinha e na verdade a doutrina espírita vem nos dizer que somos filhos de Deus criados a muitos, mitos e muito milênios num processo evolutivo. Ai quando nos mudamos a questão que você abordou antes dos princípios da doutrina espírita, e o Renato comentou que o primeiro e a crença em Deus. Não acreditar em Deus, mas crer em Deus crer é ter a certeza absoluta de sua existência. Acreditar eu posso ter duvida a qualquer momento e é na interessante que quando surgiu o livro dos espíritos, Kardec era um professor com inúmeros livros publicados em Paris na área da educação em diferentes temas. Ele formulou uma pergunta que nós dificilmente a faríamos e a primeira é Que é Deus? E não quem e Deus? Porque provavelmente nós faríamos perguntaríamos desta forma quem é fulano? Quem e sicrano? Quem é que fez isso? Quem é que fez aquilo? E Le falou que é Deus? E os espíritos responderam que Deus é inteligência suprema, causa primaria de todas as coisas e eu acho que esta resposta por si só nos dá a amplitude e a profundidade da doutrina né. Deus é inteligência suprema máxima não há ninguém acima de dele. Então a doutrina começa a surgir nesta primeira questão que o Renato abordou do codificador visualizou na ali uma doutrina religiosa que nos liga ao plano espiritual, e nos religa a Deus esta inserida nesta primeira resposta dos espíritos benfeitores aprofundando e ai vamos avançando nas questões de outros princípios e o primeira obra vai nos dizer que nós já tivemos muitas existências, e nos reportamos no evangelho de Jesus quando ele diz que era necessário nós nascermos de novo para chegar no reino dos céus, lembrando daquele dialogo dele com Nicodemos que questiona um homem novo num corpo adulto. Cristo responde de que o que é do espírito nasce do espírito e o que é da matéria vem da matéria, então já estamos inseridos no evangelho de Jesus. Esta questão de muitas vidas que seria necessário renascer de novo e é a reencarnação, há outra passagem que esta lá no evangelho que solidifica profundamente e o dialogo de Jesus com seus discípulos quanto ao retorno de Elias, lembramos que Jesus se encontrou no monte Abor o espírito de Elias e de Moises, e João, Tiago  e Pedro foram questionar Jesus e Jesus lhes disse que Elias já tinha vindo, mas que nos os moradores da época talvez nos já estivéssemos aqui La naquela época, porque nos somos reencarnacionistas e tivemos já inúmeras existências diz que Elias já tinha vindo e que nos não entendemos e fizemos o que fizemos e ai nos deu de entender que Jesus se referia a João Batista que foi morto. Então Jesus nos deu a informação da reencarnação neste momento. São duas passagens porque a doutrina espírita tem toda sua base religiosa em cima do evangelho de Jesus e que a terceira obra publicada por Kardec, a primeira obra foi o Livro dos Espíritos, segundo foi o Livro dos Mediuns e a terceira foi o Evangelho segundo o Espiritismo, que são as principais passagens do evangelho e ela esta organizada para uma temática de forma histórica para melhor compreensão. Mas há uma outra obra que não é espírita é científica de um pesquisador Norte Americano chamado Yan  Stivenson, que deve ter desencarnado em 4 a 5 anos com 90 e poucos anos de idade em que ele publicou uma obra chamada 20 casos sugestivos de reencarnação, como ele fez esta pesquisa? Identificou centenas de pessoas que diziam que tinham vivido em determinado lugar e que seus pais não eram aqueles e que seus pais eram fulano. Beltrano ou sicrano e que tinham irmão e ate davam referencias históricas da sua existência e Yan e sua equipe de pesquisadores foram ate estes locais e faziam um levantamento e isto conferiam com as informações deste homem ou mulher que estava vivendo neste instante. Por isto ele publicou 20 casos sugestivos de reencarnação, ele não estava afirmando peremptoriamente que são. Mas com uma pessoas adulta ou muitos jovens muitos eram crianças, faz referencia a uma existência anterior, de onde saiu esta informação? É porque realmente é verdade, não veio do nada, estas pessoas não tinham conhecimento e nunca tinham ido á aqueles lugares. Voltando a sua origem da existência anterior e publica e nos dá estas informações concretas e foram centenas de casos mas foram resumidas em 20 casos para sintetizar isto tudo sobre reencarnação.

Tiago - Porque perdoar nos faz viver melhor?

Renato – Hoje a ciência já admite que os pensamentos são geradores de saúde física ou de doenças físicas, se nosso pensamento são de ódio, de rancor ou de vingança contra alguém nos produzimos energias deletérias que passam a agir no nosso corpo físico trazendo doença se nosso pensamento é de perdão, de auxilio, de amor, de caridade as nossas energias são boas e o nosso organismo vai sentir boa saúde, então o perdão faz parte das energias e pensamentos  bons em relação aos outros. Automaticamente vamos estar em paz conosco mesmo, teremos mais saúde a nos próprios.

Dalpiva – com relação ao perdão a questão é pertinente, mas vamos buscar de novo no evangelho porque tudo o que Jesus nos disse é para o nosso bem, ele não nos deu nenhuma orientação, instrução que nos levasse a contrair uma dor ou um sofrimento em nada! Tudo o que ele disse é que  nos pudéssemos evoluir, melhorar e ter a felicidade nos fomos criados por Deus simples, ignorantes para a pureza e chegar na condição de espíritos puros. Quando ele teve o dialogo com o fariseu que era dono da lei e estudioso e que eram aqueles que só estudavam, porque o documento que rege o povo judeu tinha cerca de 614 regras que os judeus deviam cumprir rigorosamente, mandamentos! Foi ali que o fariseu foi tentar Jesus para desestabilizar e encontrar motivo de pedir uma condenação, uma punição e pediu a Jesus qual é o maior mandamento – Jesus respondeu que o maior mandamento é amar a deus sobre todas as coisas, amor a Deus, e o segundo ao semelhante e este amor ao próximo. Se Jesus naquele momento nos falou que o amor era a chave para nossa felicidade, para nos conduzir a perfeição e assim até a morada do pai, de forma definitiva, então! O amor é o caminho para esta questão, e na sequencia do dialogo com Pedro ele pergunta a Jesus se ele deveria perdoar 7 vezes, e obteve a resposta que deveria perdoar 70 vezes 7, as duas mensagens de Jesus juntando o amor com o perdão é para a construção da nossa felicidade. O que aceita vem agora conforme o Renato falou, mostrar que a oração, a prece, bons pensamentos auxilia fundamentalmente no tratamento das doenças do corpo físico e nos da mais energia em consonância com o que Jesus nos disse, vinde a mim todos vós que estais aflitos em sofrimento, tomais sob vós o meu jugo e aprendei comigo que sou manso  e humilde de coração e teres consolo para vosso espírito e para vossas almas, porque meu jugo e suave e meu fardo é leve, ele não está nos dizendo que vai resolver nossos problemas mas vai nos dar a fermenta, o auxilio e a inspiração para que nós nos melhorarmos. Então o perdão, o amor é o caminho que nos conduz para um momento de maior alegria, de maior enfrentamento às dores, porque a dor faz parte de nosso processo evolutivo e para nossa compreensão. Só um exemplo bem grotesco se nos observarmos o consumo de alimentos, bebidas alcoólicas dali a pouco vai nos surgir um problema, a dor vai vir e ai nos vamos refletir estou exagerando, tem que retornar, tem que mudar meus hábitos. A dor e terapêutica e vai nos ajudar a melhorar nossas atitudes, então o amor de Jesus e o perdão estão lá no evangelho.

Davi – também gostaria de complementar ao caro ouvinte e dizer que sobre o perdão, fazer aqui uma pequena analogia, imaginemos um viajor, um caminheiro que ao longo do tempo vá carregando com ele muitas coisas inúteis, vai colocando em sua bagagem pedras, coisas sem utilidade nenhuma e aumentando o peso dessa bagagem ao ponto de chegar a exaustão, e quem olha de fora certamente perguntaria porque ele não se desfaz deste peso inútil e que só o atrapalha e impede de avançar? Assim é com o perdão, quando não se perdoa gente vai carregando conosco para dentro da gente o ódio, rancor, a magoa, a raiva e ela vai pesando sobre nós em nossos ombros e vai impedindo da gente viver plenamente e quem olha de fora faz a mesma pergunta, porque não perdoar? E se livrar disso, porque é exatamente isso o perdão é a chave, o meio, o instrumento de libertação desses sentimentos que nos atrapalha, nos paralisa no tempo e só desgasta e impede nosso avanço, o perdão já falava o Dalpiva ele traz alivio, traz consolo e traz também para a outra pessoa a quem se perdoa também o conforto espiritual. Uma pesquisa cientifica já feita nos Estados Unidos a respeito do beneficio do perdão, conduzido por pesquisadores não ligados a doutrina espírita e que analisa exatamente o beneficio do perdão e na sua maior  complexidade especialmente naquelas casos em que ouve por parte de alguém muitos atos pesados, muito grotescos caso de assassinatos e de outros crimes violentos e que constatou que aqueles que se dispuseram a perdoar eles tiveram um alivio muito grande e o que é mais impressionante e que sem que ofensor soubesse ele depois relatou que também trouxe beneficio para o ofensor dizendo assim que todos se beneficiam deste processo e lembrando também que Jesus falava reconcilia te com teu irmão enquanto estais a caminho, então não percamos tempo, porque este é exatamente o objetivo da nossa existência  nossa passagem aqui pela nossa experiência terrena é a evolução e melhorar-nos e angariar para a gente ódio, raiva todos esses sentimentos menos construtivos e certamente eles impedem de avançar.

Tiago – Então deixar nosso coração sempre mais leve, leve de espírito também para que possamos no nosso dia a dia viver melhor?

Dalpiva – Acho Tiago que é uma observação que todos nos já experienciamos, quando nos temos uma pequena discussão, uma pequena desavença com familiares, com um amigo muito querido alguma discussão banal, que não chega a ser uma inimizade, mas aquilo nos fica perturbando ficamos com um sentimento, que na expressão popular fica nos remoendo internamente nos desequilibrando até o momento que nós nos abraçamos e perdoamos. Como o Davi falou tiremos o fardo de cima e quando retornarmos para casa e dizemos bah consegui conversar com fulano e nos reconciliamos nos esclarecemos, porque ai atendemos uma lei física que é necessário estudar porque as leis são divinas, e os  homens descobriram aquilo que já estava no plano espiritual que toda ação tem uma reação igual no sentido contrario, então se eu começo a cultivar este ódio, este desejo de vingança eu estou emitindo este pensamento contra alguém e esse alguém também recebe isso e devolve nos começamos a construir uma relação de energia desarmonizadora, desequilibradora, porque tudo é energia. Um exemplo nos estamos aqui em torno de uma mesa que é um bem material, mas eu colocar fogo nessa mesa não tem mais a matéria, nos teremos então uma energia calorífica ela se transforma. Outro exemplo mais clássico é a água ela e liquida mas nos colocarmos no congelador vamos ter uma pedra mas se eu colocar água no fogo em uma chaleira vou ter o vapor ela vai desaparecer. Então hora ela é pedra, hora é liquida e hora vapor! E importante essa energia que eu cultivo de ódio, de orgulho e de vaidade vou transformando isto precisa de uma vigilância porque a transformação é minha eu tenho que me transformar, eu não transformo ninguém eu posso te falar aqui uma hora Tiago e o teu pensamento quando eu terminar de falar você me diz olha Dalpiva eu continuo com meu pensamento, quer dizer é você que  tem que se auto avaliar e dizer eu tenho que mudar. Não tem aquelas pessoas que você pergunta como você esta? Hoje estou melhorzinho que amanhã, parece que amanha sempre esta pior que hoje, mas estão sempre tomando remédio. Será que se eu pensar melhor, se eu fizer uma oração, uma prece pedir para meu anjo da guarda a me auxiliar, me inspirar a me melhorar a me dar força eu não vou ter força e receber esta beneficio?. Então o perdão circula por ai também! e há por ai uma expressão de Divaldo Franco que diz quando eu amo alguém o problema e meu, mas quando alguém não me ama o problema é dele. Então vamos amar sempre, porque ai o problema e dos outros e não meu, assim eu sinto mais segurança, mais tranquilidade, mais serenidade e vou caminhando, claro tenho meus problemas vou continuar com meus problemas, mas este que tem a solução sou eu.

Tiago – Falando um pouco sobre constituição familiar, o que a doutrina espírita pensa sobre o tema?

Renato – A família com diz o ditado é o cerne da sociedade, elemento primordial porque é família que se forma os caracteres de boa índole e de boa conduta, então a família é a instituição mais importante da sociedade porque é ali que reencarnamos, os espíritos que reencarnam para sua melhoria e é justamente naquela junção familiar e vão se formando os caracteres da benevolência de caridade e de amor ao mesmo tempo galgando no sentido de aproximar de reaproximar, de reconstruir na compreensão e no amor. A família é o instituto mais importante da sociedade sem duvida nenhuma.  

Davi  na doutrina espírita a gente tem um entendimento que nada acontece por acaso, como reencarnamos na família nos podemos ter a certeza absoluta que não estamos aqui ao acaso, e este é um fato! Então neste meio familiar se juntam espíritos amigos para poderem trabalhar e evoluir. Mas também se encontram espíritos em vértices que precisam fazer os ajustes necessários para evoluir, porque no seio familiar se encontram condições necessárias para o desenvolvimento de sentimentos especialmente de amor, de carinho, da compreensão, do perdão que não se encontram em outros lugares, por isso que a família tem uma importância fundamental nos ajustes a evolução do espírito como a individualidade e também para a melhoria da sociedade como um todo.

Dalpiva – este tema da família também foi abordado por Kardec, e esta La no Livro dos Espíritos e a questão foi objetiva e clara, qual seria a consequência da destruição da família? E os espíritos responderam de forma clara e objetiva como todas as demais, o recrudescimento e a volta a barbárie. Nós estamos vivendo um momento de extrema dificuldade, movimento orquestrado de destruição de valores familiares e é necessário que nos cristão independente da doutrina religiosa, de denominação religiosa que nos frequentamos. mas todos nos que temos no evangelho de Jesus e em Jesus nosso modelo e guia para conduzir nossos passos. Devemos estar atentos nesse movimento que desconstroem o seio familiar, onde a criança recebe a educação, a formação cultural ela vai a escola, mas o processo de educação é de responsabilidade dos pais, com os avós, e lembrando que na visão espírita a criança até os 7 anos ela inda esta maleável para receber estes valores, valores morais, valores cristãos, valores de Jesus, para ir moldando e poder guardar e arquivar nos seus sobconscientes esses valores para poder nos momentos adequados virem a tona. Então estes movimentos como houve especialmente na área dita artística, com algumas exposições lamentáveis, nos cristãos devemos pensar muito porque nossos filhos de hoje serão os dirigentes da paria de amanha, serão os dirigentes do futuro e Jesus já constituiu sua família, Jesus valorizou a família e os espíritos benfeitores vêm nos dizer de que a eliminação da família seria o caus Para a sociedade. onde nós nos socorremos nos momentos de dor, voltemos para a casa do pai quando tivermos dificuldades, onde nós nos reunimos, as vezes é uma família complexa com muitos conflitos, mas como o Davi discorreu, se nos temos conflitos no meio familiar é porque nos trazemos de uma causa de encarnação anterior e queremos agora nos ajustar, perdoar em consonância com o ensinamento de cristo, ele não diz aquela 70 vezes 7 perdoa, era se a falta fosse leve não estava em jogo e não falava o tamanho da falta vamos nos lembrar das ultimas expressões da Jesus na Cruz, pai perdoai porque eles não sabem o que fazem, ele foi executado então há um perdão. Segundo consta que Jesus não teria perdoado porque ele não se sentiu ofendido e nos somos ainda muito melindroso, o ser humano é muito melindroso, qualquer coisa nós nos ofendemos, todos nós no qual me incluo também, temos muito que nos melhorar. Então a família onde nos vamos trabalhar estes valores cristãos é importante que a família tenha um momento semanal de oração de reunir a família em torno de uma mesa e fazer uma prece, uma oração, um agradecimento de pedir proteção, mas parece que nós não temos tempo que só temos correria, correria! Será que das 176 horas parece que tem a semana não temos uns 15 minutos para nos reunirmos e fazermos as orações, um pai nosso, uma ave Maria, uma oração da sua doutrina, abrir o evangelho ler um texto um pedacinho para compreensão, agradecer a vida, quem nos deu a vida foi Deus, que nos concedeu e nos tira a hora que ele entender que nos já cumprimos com nossa missão aqui. Você falou bem Tiago, agradecer a vida, agradecer aquilo que temos o muito ou pouco mas aquilo que nos merecemos e o Davi acabou falando isso que nos nascemos na família em que necessitamos para nossas provações para nosso cumprimento, porque tudo que estamos sofrendo aqui agora, são efeitos de algo que nos fizemos no passado e que Jesus veio para perdoar nossa ofensas e faltas, não Jesus veio para nos mostrar o caminho para nos mesmo resgatarmos as nossas faltas e ele nos diz que temos que nos melhorar porque senão isso é muito fácil, eu faço uma falta e alguém me perdoa, não isto eu tenho que resgatar, ter um comprometimento da pagar este debito com a pratica do bem. Senão fica fácil eu falto alguém perdoa, não Deus é infinitamente bom ele não nos pune em nada, mas quando chegarmos no outro lado, e isto foi uma pergunta  que Kardec fez aos espíritos, onde esta registrado a lei divina? Lembrando que Kardec era um professor e estava incomodado desde sua juventude com as propostas religiosas da época e ai os espíritos responderam que tudo esta gravado na nossa consciência. Então quando chegarmos do outro lado nos vamos verificar tudo de bom que fizemos e mais tudo aquilo que deixamos de fazer, mas também tudo que fizemos de mal e conscientemente vamos pedir aos bons espíritos que nos oportunizem uma nova encarnação para melhorarmos, nos vemos uma Madre Tereza de Calcutá, irmão Dulce, Mahatma Gandhi  na Índia, fazendo a independência da índia e sem usar nem um estilingue, que no meu tempo era chamada de funda, bodoque (risos). Qual era a arma que ele tinha era a não violência, a paz. Então quanto tempo nos temos ainda para aprender neste sentido?.

Tiago – Sobre a pandemia em nosso mundo ela veio para dar um alerta enfim, para aproximar mais as pessoas com agente ama e ao pai do céu, e não só pedir e sim agradecer será que é um sinal também?

Renato – Tudo leva a crer que esta pandemia do Corona Vírus, veio no sentido de nos trazer algumas lições importantes, parece que faz parte desta transição planetária que o orbe terreno esta passando, a transformação do mundo de prova e expedições para o mundo de regeneração. A sociedade esta sendo convidada a reflexões profundas sobre a solidariedade, sobre a responsabilidade individual de cada um, sobre o amor, sobre o perdão, sobre a convivência familiar, retornando assim os moldes da família que estava tão dispersa, tão desestruturada isso faz então nos trazer o raciocínio de que precisamos modificarmos muito ainda profundamente  em nossas atitudes, culturais, nossas raízes do conhecimento da doutrina do amor, de paz e da solidariedade para com todos os povos. É o orbe inteiro que esta nesta prova é uma provação coletiva do planeta que esta passando por momentos difíceis da transição para aprendermos a amar e sermos responsáveis principalmente.

Davi – Tiago nós temos assim que pensar se cremos em Deus e num pai criador e que é infinitamente justo ou então não estaríamos aqui passando por esta provação a titulo de nada, algum propósito há de ter, porque se Deus é infinitamente sábio e inteligência suprema e justo ela não nos colocaria numa situação meramente para nos fazer sofrer, há com certeza um propósito que precisamos descobri e refletir sobre isto e já falamos sobre a questão e se tem um propósito cabe a nos fazermos a reflexão para o sentirmos, ver do que isso pertence a mim  e o que pertence a todos e o que é possível tirar de lição, porque se a gente passar pelo sofrimento e não tiver nem uma lição dela, ai estamos sofrendo absolutamente por nada, em vão. E uma escola e o sofrimento é o que nos impulsiona para tomarmos atitudes diferentes, bem como o professor nos impulsiona então cabe a gente descobrir e ver o que cada um nos  faz e refletir o  que precisamos mudar na nossa conduta e postura.

Tiago – Como as pessoas que tem interesse em se aprofundar no estudo da doutrina, podem fazer para participar dos estudos semanais, agora no período de isolamento social, e também após este período.

Jandira Zanetti - Fraterno abraço para todos um bom dia. Então os nossos estudos são realizados todas as sextas-feiras às 19:00 horas, e as 20:00 nós fazemos o evangelho e na última sexta-feira do mês é realizado uma palestra com o pessoal do Bezerra de Menezes, de Chapecó, neste momento de pandemia nós estamos realizando os estudos através do Google. Meet e se alguém tiver interesse neste momento de participar com nós pode entrar em contato conosco pelo telefone (49) 9 8804-9254 vamos adicionar estas novas pessoas no grupo e pode estar participando com nós nesse momento assim que esta pandemia  acalmar vamos voltar a ter os encontras na nossa casa Espírita. Um abraço a todos,

 

 Entrevista foi ao ar no dia 15 de Agosto 2020 -  na RC 87,9 2020

Fonte e transcrição RC 87,9 – A voz do Povo Quilombo SC

Comentários:

Deixe seu comentário:

Publicidades

© Desenvolvimento: www.windesigner.com.br